InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Fogueira de um milhão de anos pode ter sido a primeira da humanidade.

Ir em baixo 
AutorMensagem
VAMPIRO
Impaciente
Impaciente
avatar

Masculino Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/03/2012
Localização : PORTUGAL

MensagemAssunto: Fogueira de um milhão de anos pode ter sido a primeira da humanidade.   Qua Abr 04, 2012 4:21 am

Cinzas encontradas em uma caverna sul africana indicam que os seres humanos já cozinhavam com fogo há um milhão de anos.

A descoberta é a evidência mais antiga do uso desta tecnologia. Porém, alguns especialistas alertam que mais estudos são necessários antes de se concluir que os humanos cozinhavam regularmente nesta época.

Francesco Berna, um arqueólogo da Universidade de Boston, EUA, e seus colegas descobriram cinzas de grama, folhas, fragmentos de ossos e outros em sedimentos de 30 metros no interior da caverna Wonderwerk, na região norte-central da África do Sul.

A caverna é um dos lugares de habitação humana mais antigos conhecidos, com vestígios de que foi habitada quase dois milhões de anos atrás.

Não é possível dizer com certeza que espécie de hominídeo habitava a caverna há um milhão de anos, mas a equipe acredita que foi, provavelmente, o Homo erectus, que surgiu há 1,9 milhões de anos atrás.

As cinzas, que variam de poucos milímetros a alguns centímetros de comprimento, estão bem conservadas. Elas têm bordas irregulares, o que significa que foram queimadas ali, e não trazidas por vento ou água.

As cinzas foram encontradas ao lado de ferramentas de pedra em uma camada que remonta há cerca de um milhão de anos. Fraturas na superfície de pedras de ferro, o tipo esperado em incêndios, também foram observadas.

Os pesquisadores também examinaram a caverna a procura de fezes de morcegos, porque grandes montes podem se tornar quentes o suficiente para inflamar-se espontaneamente, mas não havia vestígios de sedimentos desse tipo. “Isso nos deixou com a conclusão de que o fogo deve ter sido criado por hominídeos”, disse Berna.

A análise da equipe sugere que os materiais na caverna não foram aquecidos acima de cerca de 700 graus Celsius. Isto é consistente com os resultados preliminares de gramíneas e folhas queimadas por esse tipo de fogo, pois tal combustível não teria sido capaz de chamas mais quentes.

Fogo indeterminado

Cozinhar torna os alimentos mais fáceis de mastigar e digerir. Quando os primeiros seres humanos o adotaram, puderam obter mais energia a partir da mesma quantidade de comida gastando menos tempo mastigando.

O fogo também teria ajudado os primeiros humanos a se manter aquecidos, e evitar predadores noturnos. Além disso, socializar em torno de uma fogueira pode ser um aspecto essencial do que nos torna humanos; o controle do fogo pode ter sido um importante ponto de viragem na evolução humana.

Porém, tem sido difícil determinar quando exatamente isso ocorreu.

Ao contrário das ferramentas de pedra, provas de fogo, tais como cinza e carvão, são facilmente destruídas pelo vento e pela chuva. E mesmo quando restos são encontrados, determinar se o fogo foi natural ou provocado pelo homem é complicado.

Materiais queimados foram encontrados que datam de 1 milhão a 1,5 milhões de anos atrás, na África do Sul, e de 700 a 800 mil anos atrás, em um local em Israel. Mas esses locais são expostos, onde um raio poderia ter inflamado o fogo, por exemplo.

Isso não poderia ter acontecido na caverna Wonderwerk, por isso, essa descoberta é bem mais interessante.

De qualquer forma, o uso de fogo e seu domínio não são a mesma coisa.

“Eu acho que é provável que os humanos usavam o fogo neste local, mas eu não acho que isso significa que esses hominídeos eram usuários regulares de fogo. Para uma afirmação como essa ser feita, precisaríamos descobrir mais locais de fogo neste momento na história, o que suportaria a hipótese de que cozinhávamos tão cedo quanto milhões de anos atrás”, disse Wil Roebroeks, arqueólogo da Universidade de Leiden, na Holanda.

A primeira evidência inequívoca dos humanos cozinhando de forma regular é de 400.000 anos atrás.
Berna acha que mais evidência pode ser encontrada. “O fogo só foi confirmado quando o sedimento foi analisado em nível microscópico. É possível que a razão pela qual nós ainda não temos mais evidências do uso do fogo é porque não utilizamos os métodos adequados até agora”, explica.

O antropólogo Richard Wrangham, da Universidade de Harvard, EUA, especulou que o fogo controlado e a carne cozida influenciaram até a evolução do cérebro humano. Ele sugere que os seres humanos cozinhavam suas presas tão cedo quanto a primeira aparição do Homo erectus, 1,9 milhões de anos atrás, justamente quando os seres humanos estavam experimentando grande expansão do cérebro. Quem sabe essa teoria não pode ser provada em breve.

Nature, MSN//hypescience
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Fogueira de um milhão de anos pode ter sido a primeira da humanidade.   Qua Abr 04, 2012 4:32 am

muito bom :D
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fogueira de um milhão de anos pode ter sido a primeira da humanidade.
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Nintendo registra lucro bruto e prejú operacional
» [Dengeki] Entrevistas com produtores revela futuros projetos (PS 20 anos)
» Drive Club - Notas
» Ticket to Ride, 10 anos de pura diversão
» War Cards - resenha

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Recanto dos Curiosos :: Noticias e Curiosidades :: Curiosidades Pelo Mundo-
Ir para: